Mais uma dica – de leitura – pra vocês: Agatha Christie

Mulher Pequena

AgathaChristieBanner

Oi amoress…

Como está a expectativa para o Carnaval???

Hoje resolvi deixar uma dica de leitura para vocês, que não vão pra rua no Carnaval (como eu!), e gostariam de algo diferente para passar o tempo… Acredito que o hábito de ler é muito importante e deve ser cultivado, tanto nas nossas vidas como nos nossos filhos, sobrinhos, primos, etc. Por isso, estendo essa dica pra todo mundo, visto que ler é um dos melhores hobbies de TODOS OS TEMPOS, podemos viajar pra lugares e conhecer pessoas diferentes mesmo sem sair de casa!

Entãaaao, ninguém melhor do que minha escritora favorita, Agatha Chistie, para constar nessa dica de leitura. Agatha escreve livros de mistério, envolvendo crimes os quais são investigados (e solucionados!) pelo célebre detetive Hercule Poirot (que eu AMOOO)!!!

Vale muuuuito a pena a leitura, na minha opinião, pois os livros são leves, e bastante instigantes, exercitam nossa…

Ver o post original 82 mais palavras

Anúncios

Gel Creme Hidratante Panvel Vert Pitanga

E aí gente, beleza?

O primeiro post de hoje vai ser sobre o Gel Hidratante de Pitanga, da linha Panvel Vert. Ganhei de presente da minha mamãe, até por que ela sabe que sou apaixonada por hidratantes.  Sempre gostei muito da linha cosmética da  rede de farmácias Panvel, e sempre fiz questão de ter algum produto deles. Essa linha não possui só o gel hidratante, possui também sabonetes, cremes para as mãos, etc.

A composição dele contém 0% de parabeno, petrolato e triclosan, que normalmente deixam a pele ensebada e certas pessoas possuem alergia a tais componentes. A textura dele é bem leve, realmente parece um gelzinho mesmo e logo que passamos ele deixa um fresquinho gostoso na pele que  seca quase que instantaneamente, não deixando a pele escorregadia e melequenta. Sendo assim a salvação da pátria  de muitas meninas que gostam de passar hidratantes mas não gostam da sensação de  pele oleosa que fica logo em seguida que certos hidratantes são usados. Essa linha possui vários outros cheirinhos bem deliciosos como chá verde, açaí, romã e castanha do brasil, lichia entre outros que deixam a nossa pele nos trinques. Super indico e não é um hidratante caro, pode ser encontrado em qualquer loja da Panvel, ou no site Panvel Farmácias por um precinho camarada de R$ 13,50.

Dica da Tai: Não existe nada mais delicioso do que tomar um banho e logo em seguida passar esse hidratante no corpo. Ele te deixa leve e o cheirinho permanece no corpo por horas. Se você tomar um banho antes de ir trabalhar e usar ele, uma coisa é certa, o perfume dura o dia todo!

5 dicas milagrosas testadas e aprovadas por mim mesma para acabar com a cólica menstrual

E aí Tai, como tu faz pra acabar com a cólica menstrual?

Não existe coisa pior do que ter a sensação de estar com um filhote de dinossauro te comendo por dentro. É essa a sensação que eu tenho quando a maldita da cólica me acha. É terrível, e eu  nunca vi até hoje uma mulher se quer não reclamar da tal. Elas são mais frequentes no período menstrual, então TPM + cólica = Coragem de quem nos atura.  Nos obrigamos a apelar para remédios que dizem ser infalíveis, chás mirabolantes, nos encolhemos até parecer uma bola de basquete sob cobertores e parece que nada passa.

Pra entender melhor, a cólica menstrual (conhecida em termos médicos por disminorréia), é uma dor pélvica provocada pela liberação de prostaglandina, substância que faz o útero contrair para eliminar o endométrio (camada interna do útero que cresce para nutrir o embrião), em forma de sangramento, durante a menstruação, quando o óvulo não foi fecundado. Entenderam? Então pra dar um help pra vocês,  vou mandar umas dicas de sofredora (por que as vezes eu acho que reuni a cólica do mundo inteiro e coloquei em mim), que pelo menos comigo funcionam.

  1. Medicamentos

Os mais conhecidos e usados são os remédios básicos usados quando temos dor, os mais populares são Paracetamol, Tylenol, Ibuprofeno e tudo mais. Eles até ajudam, mas não são os mais recomendados. Os  mais eficazes para combater essa belezura de cólica menstrual são os anti-inflamatórios e os antiespasmódicos, devido a cólica ser contrações no útero.

Dica da Tai: Por experiência própria, indico sempre a procurar um médico e verificar se você não tem alergia a nenhum tipo de composto que possa haver nesse tipo de medicamento. Caso você já tenha feito isso, eu indico os remédios que eu uso e me ajudam, que são eles o Buscofem ( sim o da propaganda, é muito bom), e o Postan, que é para ser tomado a cada 12 horas, caso a cólica não passe de primeira. Ele é tão bom, que eu nunca precisei chegar no segundo, e olha que as minhas cólicas são fogo.

2. Chás milagrosos

As vezes, há quem opte por métodos naturais e um deles são os chás, mas eles não somem com a cólica, apenas são uma amenizada na dor. O chá de canela age como analgésico, amenizando a cólica e os mais clássicos como o de hortelã, camomila, erva-cidreira, por possuírem propriedades calmantes e dão uma relaxada no corpo, relaxando também a musculatura do útero, acalmando a cólica. Os chás são muito procurados no inverno, por que pra aliviar a cólica eles tem que ser ingeridos quentinhos. E ninguém merece tomar chá quente num calorão de 40ºC.

Dica da Tai: Essa dica funciona para o inverno, onde o clima tende a ser mais frio e a cólica ser mais forte. Antes de deitar, tome um banho quentinho, faça um chá de hortelã e adoce com mel e tome já debaixo das cobertas. Tenho certeza que a cólica durante a noite vai passar longe de você.

3. Bolsa de água quente

Essa, por incrível que pareça, é a menos procurada e uma das mais eficazes. Muitas mulheres e meninas acham antiquado ou coisas-que-a-minha-vó-fazia, mas poucas sabem que a bolsa de água quente é de grande ajuda. Assim como quase tudo que a nossas avós falam. O calor da bolsa diminui as contrações que causam as cólicas, assim a dor passa, mesmo que momentaneamente.

Dica da Tai: O modo mais prático de utilizar a bolsa de água quente é, depois de colocar a água bem morninha (não coloca água fervendo guria, se não a dor vai ser outra), enrole numa toalha bem grossinha e coloque na região, se encoste em algum lugar, tipo, cama, sofá, cadeira do computador, etc, e pegue alguma distração, vá ler um livro, ver uns episódios da sua série favorita, qualquer coisa que seja, mas desocupe a cabeça, que quando você se der conta, a cólica vai ter sumido. Se quiser acrescentar um chá junto, o efeito pode ser mais rápido.

  4. Exercícios Físicos 

Tá bom, eu sei que a pior coisa que nós queremos fazer quando estamos com cólica é levantar da cama pra se exercitar ou fazer qualquer outro tipo de coisa, que não seja ficar deitada ou encolhida, afinal, qualquer movimento tende a ser uma tortura medieval. Mas, certos tipos de exercícios são realmente muito bons, e não exigem o tanto de esforço que aparentam. Vou mostrar pra vocês os mais básicos e os que mais diminuem a dor.

Esse é o mais simples. Você deita de costas, encolhe as pernas em direção ao peito e gira de um lado para o outro, e vez em outra estique as pernas pra não dar câimbra.

Esse é prático também. Você deita, com as pernas dobradas e pés no mesmo nível que os braços e vá levantando o quadril até o corpo parecer uma rampa.

Esse é praticamente a mesma coisa que o exercício acima. Porém, de joelhos.

Esse é mais prático ainda. Só ficar em pé, colocar as mãos nos ombros, assim como mostra a imagem, deixar os pés bem fixos no chão e girar o tórax de um lado para o outro.

Dica da Tai: Faça uma repetição de 10 a 15 vezes cada movimento. Tiro e queda!

  5. Massagens 

São tranquilas e você mesma pode fazer, pedir pra mãe ou pro namorado. A massagem no abdome e nos pés, ativa a circulação sanguínea e relaxa os músculos. E assim seguido, ameniza a dor.

Dica da Tai:  Passe umas gotinhas de óleo para massagem ou creme hidratante e esfregue nas próprias mãos até esquentar bem e vá massageando a barriga, fazendo movimentos circulares e depois de cima pra baixo, vindo da região das costelas para  os países baixos. Quanto mais quentinho ficar sua barriga, mais rapidinho a cólica vai passar.

Obrigadinho por chegar até aqui. Nos  falamos na próxima. ♥

Garotas de Vidro – A verdade nem sempre é o que enxergamos.

Nada como começar o primeiro post do Eai Tai falando de algo que eu amo: LIVROS.

Vou mostrar pra vocês, um livro que eu comprei na última Feira do Livro aqui de Porto Alegre. Nunca tinha ouvido falar no Garotas de Vidro. Queria um livro e comecei a procurar nas prateleiras, balaios e tudo mais.  Estava bastante em dúvida entre Laranja Mecânica e O Poderoso Chefão ( eu tinha esse livro, antigo e tudo mais, só faltava o Don Corleone narrar a história pra mim, mas emprestei e meu amigo conseguiu perder meu livro). Como eu não estava tendo sucesso nenhum na minha busca, dei de cara com o Garotas de Vidro, e foi ele, na hora. Li a resenha mal e porcamente e lembro do meu namorado ainda ter perguntado ” Tem certeza?”  “Tenho”.  Eu não via a hora de chegar em casa e começar a ler ele de uma vez. Quando fiz isso,  duas palavras me vieram na mente: realidade impactante.

Garotas de Vidro foi escrito por Laurie Halse Anderson, é um livro de 2012 e foi publicado pela Editora Novo Conceito. O livro mostra os dois lados dos distúrbios alimentares. Quando entramos no mundo de Lia, a personagem principal, sentimos a dor do que é estar acorrentada numa tortura psicológica dada pela própria sociedade, em busca da magreza excessiva e o corpo perfeito. Lia vê a comida como sua maior inimiga, e a cada quilo perdido, é uma força ganha. Quanto menor for o peso, mais forte e limpa ela se sente. Já Cassie, melhor amiga de Lia, come compulsiva e absurdamente, pra logo depois colocar tudo pra fora. Eram melhores amigas, até na doença, pois esse fardo veio devido a uma aposta que ambas fizeram entre si. Ser sempre a mais magra. Tudo segue normalmente, até que um dia, o corpo de Cassie é encontrado num quarto de motel. Antes de morrer, Cassie ligou 33 vezes para Lia, que não atendeu  por estarem um tanto afastadas, pensando que não seria nada de mais. Ao cair a ficha que a melhor amiga tinha morrido e ligado para ela antes de morrer, Lia começa a se sentir culpada e perguntas surgem: Por que ela me ligou? E se eu tivesse atendido? Poderia ter evitado? Isso passa a se tornar um fardo para Lia, que começa a ser assombrada por aparições da amiga morta, dizendo que a próxima será ela.

Gente, é um livro forte ao mesmo tempo que é frágil. O assunto é violento, mas precisa ser tratado com delicadeza. Posso dizer que sei como a Lia e a Cassie se sentiram. Tive bulimia nervosa por 4 anos da minha vida.  Com 14 pra 15 anos eu pesava 75 kg, era muito pra quem sonhava em ter uma festa maravilhosa, com direito a vestido de princesa  e tratamento especial. Mas, de que me adiantava ter o vestido perfeito se eu me sentia um balão? Nada adiantava, dieta, exercícios, tudo parecia ser em vão. Decidi parar de comer. Como a minha mãe sempre foi muito insistente em relação a comida, eu era obrigada a comer pra ela ver, então parar de comer seria uma tentativa inútil, apelei em visitar o banheiro. Comia muito, até passar mal, ia pro banheiro, vomitava até sangrar a garganta. Assim, por quase seis meses, eu fui a 48 kg, foi quando minha mãe percebeu, cancelou festa de debutante, vestido de princesa, tudo! Mas mesmo assim eu não parei. Então, parei de ir pra aula, parei de socializar, parei de viver, por que me achava gorda e feia. Por pouco não fui internada em uma clínica, mas passei por maus bocados, que garanto que lá, não passaria. Enfim, consegui ajuda de pessoas que até hoje sou grata de coração, que me fizeram ver que não é nosso corpo, nossa aparência ou nossos bens materiais que nos fará ser bem aceitos pela sociedade, e sim nosso caráter e nossa honestidade.

Por fim, esse livro me tocou bastante e consegui ver com outros olhos o buraco em que eu mesma me enfiei, me colocando no lugar das personagens. Quem lê Garotas de Vidro sente dor, passa fome, fica angustiada, o coração aperta, se vê numa prisão de grades invisíveis, mas no fim, respira aliviada e encontra a luz no fim do túnel.

Primeiro post de um blog que eu nem sei sobre o que vai se tratar.

Primeiramente, vamos às apresentações: Meu nome é Thainá, mas pode me chamar de Tai, tenho 19 anos, sou gaúcha e geminiana e tenho minha cabeça varias idéias loucas pululando e se mexendo, mas não tenho onde colocar elas pra fora ( bom, agora tenho). Sou tipo bombril, 1001 utilidades. Faço Direito, mas amo fotografia, faço artesanatos de vários tipos, pretendo muito mostrar vários deles pra vocês, sou manicure nas horas vagas e faço meu namorado de cobaia pra treinar como se fazer uma sobrancelha. Sim, ele é louco de deixar, mas até hoje nunca precisamos de um SOS estética pra repor alguma cagada que eu tenha feito. Amo ler! EU AMO LER! Sim, isso é muito importante, vou falar muito de livros aqui. Corto meu próprio cabelo desde 2011, já tive cabelo curto, muito curto, médio, longo e muito longo, ele já foi azul, verde e roxo, no momento, castanho natural. Sério! Sou neurótica, ciumenta, gritona, falante, amo sol, odeio frio e vocês vão ouvir falar muito do meu namorado.  Não sou podre de rica, não vou falar frequentemente de moda,  só caso eu consiga alguma parceria sobre tal. Maquiagens a mesma coisa, mesmo gostando não manjo nada disso…

Então, me peguei sentada,  me arriscando a fazer um blog, sem nunca ter chegado nem perto de tal e nem ter um nome e um assunto em mente. Não queria nenhum nome clichê, de blogueiras  pink, royal, moda, Chanel, Gucci, Victória’s Secrets. Nada contra, muito já tirei idéias mega legais de várias coisas nesse tipo de blog, e tenho que dizer que muitas delas trabalham muito bem, mas não faz meu estilo escrever sobre.  Como eu disse no inicio do post, não sei bem o que falar aqui, e tenho muitas idéias e coisas na minha cabeça que parecem fogos de artifício explodindo, então eu pensei,  por que não misturar  um esmalte da semana e um livro mega interessante? Captaram a idéia? É a mesma coisa que tentar misturar um porta retrato precisando de um bom up e uma fotografia muito bem tirada. Pode ser que dê certo, pode ser que não.

Por enquanto, é só isso que eu tenho a oferecer. No momento ninguém lendo, ninguém sabendo que  eu tenho o Eaí, mas  AVANTE AVENGERS!!

Agradeço demais por você conseguir chegar até aqui!

Até a próxima mistureba ♥